Pechincha

São Paulo – É isso mesmo que você leu. Com 30 reais, dá para investir no Tesouro Direto —o que significa que pode ser mais barato do que um chinelo, uma pizza ou uma cueca. Você não precisa substituir estes itens por investimentos, mas vale saber que é possível, sim, ter uma boa aplicação mesmo com pouco dinheiro.

O Tesouro Direto é bastante democrático, porque permite que você comece com aplicações baixas e garante as mesmas rentabilidades para todos, não importa quanto dinheiro o investidor aplique.

A grosso modo, com esta aplicação você empresta dinheiro ao governo e é remunerado por isso. O risco é bem pequeno, já que a chance de o governo dar calote é muito baixa.

O momento, segundo planejadores financeiros, é favorável para investir nessa aplicação, que acompanha o nível elevado da taxa básica de juros, a Selic —de 14,25% ao ano. Para investir, basta ter um CPF e abrir uma conta em uma corretora ou banco habilitado.

Em vez de comprar um título inteiro, o investidor pode comprar apenas uma parte, desde que essa fatia não seja menor do que 1% de um título e que o valor seja superior a 30 reais.

É claro que, quanto mais dinheiro for investido, maior será a rentabilidade. O ideal é que você realize aplicações com frequência. Há títulos disponíveis para diferentes perfis de investidores e diferentes prazos. Veja o passo a passo para começar a aplicação.

Navegue pelas imagens para encontrar 15 coisas do seu dia a dia que podem custar mais do que o investimento inicial no Tesouro Direto.

DEIXE SUA RESPOSTA