A sua empresa tem uma política de prevenção de falhas? Aqui está importância de pensar nisso

Uma empresa depende de sua produção para ser produtiva e ter estratégias que diminuam a probabilidade de falhar, bem como garantir que todos aprendam com as falhas que acontecem.

Afinal, falhas sempre acontecerão, e é importante que sempre existam políticas que ajudam a recuperar as falhas quando elas ocorrem.

A prevenção e recuperação de falhas repercutem na melhoria da produção.

Apesar da classificação das falhas, a sua origem é, geralmente uma falha humana. Nem sempre elas são causadas propositalmente, mas sempre servem como aprendizado e lição para mudar o comportamento das empresas e funcionários.

Quando o assunto é tecnologia (telefonia, redes, infraestrutura), as falhas podem deixar uma empresa totalmente refém e, por conta disso, é preciso ter uma forte política de prevenção de falhas.

As coisas falham por diversos motivos: projetos malfeitos, falhas na instalação, ou outras ações que podem ter prejudicado a operação.

Agora, o que a sua empresa faria se, de repente, ficassem sem rede, sistemas e telefone? O que faria se, ficasse totalmente incomunicável por conta de uma falha?

As falhas de instalações acontecem porque todas as instalações de uma empresa podem quebrar e paralisar alguns setores da produção, causando prejuízos.

As falhas de pessoal podem acontecer de 2 tipos: erros e violações. Quando acontece um erro, um funcionário deveria ter feito algo diferente e o resultado é algum desvio significativo da produção normal.

Quando acontece uma violação, aconteceu um processo contrário ao de praxe, ou um processo contrário ao definido normalmente.

Para isso, para entender a frequência das falhas, e pensar em como revertê-las, é preciso medi-las.

Existem 3 maneiras de medir as falhas: taxas de falha, confiabilidade, e disponibilidade:

  • Taxa de falhas: frequências com que uma falha ocorre.
  • Confiabilidade: a probabilidade de uma falha ocorrer.
  • Disponibilidade: o período de tempo útil para a operação.

Detecção e análise de falhas

Já que as falhas sempre acontecerão, é necessário ter um mecanismo para percebermos rapidamente que uma falha aconteceu, e modos de analisar a falha para mostrar sua causa fundamental.

A análise de falhas consiste na investigação de acidentes, que minimiza, ou eliminam a probabilidade de ocorrer a falha.

Para identificar e analisas as falhas é preciso seguir um processo de 7 etapas:

  1. Identificar todas as partes componentes dos produtos ou serviços.
  2. Listar todas as formas possíveis segundo as quais os componentes podem falhar.
  3. Identificar os efeitos possíveis das falhas.
  4. Identificar todas as causas possíveis das falhas para cada modo da falha.
  5. Avaliar a probabilidade de falha, a severidade dos efeitos da falha e a probabilidade de detecção.
  6. Calcular o número de confiabilidade multiplicando as 3 variações entre si.
  7. Instigar ação que minimizará falhas nos modos de falhas que mostram um baixo número de confiabilidade.

Cabe aos gestores (seja de tecnologia, operação, ou outro responsável) decidir o que farão com as falhas que ocorreram, e isso vai ajudar na recuperação de falhas.

Para isso, é preciso levar em conta o desempenho, os problemas dos clientes. Eles podem agir de várias formas: totalmente satisfeitos e sem problemas, ter problemas e não reclamar, e os que sofrem problemas, reclamam e não tem as falhas reparadas.

Os clientes esperam que o produto, que a tecnologia, que os sistemas nunca falhem.

O planejamento de recuperação de falhas tem 4 passos:

  1. Descobrir: o que aconteceu, quem será afetado e porque a falha aconteceu.
  2. Atuar: comunicar o que aconteceu, para a falha ser corrigida rapidamente e todos se preparem.
  3. Aprender: fazer um reexame para eliminar as causas da falha para que ela não se repita.
  4. Planejar: identificar todas as falhas que podem ocorrer e se programar para não sofrer tantos os danos.

Existem desastres que arruínam as empresas. Por isso, existem ferramentas que evitam que as falhas aconteçam, ou que a sua empresa não sofra grandes consequências quando isso acontecer.

Se você quer prever as falhas antes delas acontecerem, e permanecer com a sua empresa em pleno funcionamento, podemos ajudar.

Entre em contato com a Asteriks e conheça nossas soluções de monitoramento que preveem falhas, poupam a sua empresa de estragos e, a mantém em pleno funcionamento.

DEIXE SUA RESPOSTA