Aproximadamente 72,5 milhões de americanos – 80% da população – realizaram operações bancárias online em 2010 [fonte: Fiserv]. Entrar na sua conta do banco pela internet tem se tornado uma prática acessível e diária. Infelizmente, as fraudes financeiras também são cada vez mais comuns. Em 2009, 11,1 milhões de adultos foram vítimas de fraude de identidade – 12% a mais do que em 2008 [fonte: Javelin].Mas há ligação entre essas duas coisas?

É fácil desconfiar desse tipo de operação bancária, afinal, o processo envolve a transferência de grandes quantidades de nossas informações mais confidenciais – pela internet. Com a fraude de cartões de crédito cada vez mais comuns, como as operações bancárias podem ser seguras?

operacoes-bancarias-online-2

Embora seja verdade que transações online podem levar a fraudes de cartão de crédito e roubo de informações, a maioria dos bancos faz o seu melhor para fazer com que essas transmissões sejam seguras. Varejistas online com uma segurança pobre e seus milhões de clientes são alvos fácies para os hackers que podem, teoricamente, obter listas enormes de nomes de usuários e senhas bem como suas correspondentes informações financeiras.

No entanto, graças à criptografia utilizada pelos bancos online você pode ficar tranqüilo enquanto paga suas contas pela internet. Continue a ler para descobrir quando você deve – ou não deve – realizar operações bancárias online.

O internet banking é um conceito bastante atraente: pode ser acessado de qualquer lugar, a qualquer hora e o uso de faturamentos online elimina aquela quantidade enorme de papeis que são enviados para a sua casa todos os anos. Essa última vantagem pode realmente tornar as operações bancárias online mais seguras do que as tradicionais. As contas normalmente trazem seu número de conta, número de cartão de crédito ou ainda outras informações financeiras que podem cair em mãos erradas. Com a falta desses papeis, só quem tem acesso à sua conta bancária online pode acessar as suas informações pessoais.

Muitos sites – inclusive os sites de bancos – usam um protocolo de transferência chamado Hypertext Transfer Protocol Secure, ou HTTPS. Enquanto normalmente usamos HTTP para navegar na internet, o HTTPS adiciona uma forma de segurança que criptografa os dados. Essa segurança geralmente é  retratada no seu navegador por um cadeado ou chave, e qualquer URL segura deve começar com https:// no lugar de “http://”. Na próxima vez que você entrar em sua conta bancária online, preste atenção na URL que aparece na barra do seu navegador. A página é criptografada? Se for criptografada será muito difícil para qualquer um  espionar a conexão e roubar seus dados financeiros.

Sites populares de comércio como a Amazon não medem esforços para proteger suas informações, e por isso você deve encontrar o mesmo protocolo HTTPS enquanto realiza as operações. Mas isso não quer dizer que todos os varejistas online são igualmente seguros.

Os bancos precisam – obviamente – guardar muito bem o dinheiro, afinal, esse é o motivo pelo qual eles existem. Lojistas, no entanto, obtêm lucro vendendo produtos. Seja por uma segurança precária ou pela habilidade de alguns, vários sites costumam ser invadidos por hackers, resultando em transações fraudulentas para os clientes. Até mesmo os grandes estabelecimentos são suscetíveis. Em 2007, cerca de 45 milhões de clientes dos grandes varejistas norte-americanos T.J.Maxx e Marshalls, entre outros,  tiveram seus números de cartões de créditos clonados [fonte: Jewell]. Evite fazer compras em sites que parecem superficiais, e nunca caia no golpe do envio de promoções por email.

Há ainda uma última precaução que você deve tomar ao realizar operações bancárias online: evite usar cartões de débito. Já é ruim o suficiente quando ladrões obtêm informações sobre o seu cartão de crédito e fazem compras fraudulentas. Mas se eles tiverem acesso ao número de seu cartão de débito, podem chegar diretamente na sua conta bancária e “limpá-la”. Ser cuidadoso e prestar atenção em cobranças fraudulentas ajudará a manter suas finanças seguras – esteja você fazendo compras online ou gerenciando seu dinheiro em sua conta bancária na internet.

Para mais informações sobre operações bancárias online e assuntos relacionados, confira os links na próxima página.

Autor:
Wesley Fenlon

DEIXE SUA RESPOSTA