Muito cuidado ao clicar em arquivos de imagem recebidos pelo Facebook Messenger. O pesquisador de segurança digital Bart Blaze descobriu um novo vírus que tem se espalhado pelo aplicativo com esse simples disfarce.

Tudo começa com a mensagem, de um amigo que teve a conta comprometida, com uma suposta foto de extensão “.svg”, que na verdade acaba levando os usuários a uma versão falsa do Youtube. Lá, o usuário é induzido a adicionar uma extensão no navegador para que possa ter acesso ao vídeo.

Pronto! Basta a instalação dessa extensão para que o cibercriminoso tenha acesso a informações de todos os sites acessados pelo usuário, incluindo detalhes de login e senha, bem como dados de contas bancárias.

Paralelo ao roubo dessas informações, segundo Bart Blaze, o cibercriminoso sequestra a conta do Facebook da vítima para que em nome dela espalhe o link malicioso para sua rede de contatos.

O golpe também pode ser usado para instalar um ransomware no computador da vítima, que criptografa todas as informações armazenadas, tais como documentos, músicas e imagens. O que tornaria o computador inacessível ao seu proprietário até que ele pagasse uma espécie de resgate.

Blaze recomenda que os usuários do Facebook Messenger sejam cautelosos ao clicarem em links não solicitados, mesmo quando enviados por amigos.

DEIXE SUA RESPOSTA